O ciclista

à flor veloz

colhe o tempo

(pedal)

pé ante perigo

no risco de dar consigo

centauro de rodas e aros,

meio homem, meio

de transporte

a pena da bicicleta

escreve ruas

até que uma esquina

engatilha o ciclista

e dispara –

a pólvora do instante

o ciclo da vida

tudo pássaro

e passageiro.