delicatessen2Fazemos um som de jazz simples e ao mesmo tempo refinado, em que o menos é mais. Por isso, atingimos grande abrangência de público, que vai dos 15 aos 70 anos, entre homens e mulheres. Até quem nunca curtiu jazz por achar complicado passou a ouvir canções do gênero a partir do Delicatessen”, é o que garante Ana Krüger, do grupo gaúcho Delicatessen.

 

E é uma mistura deliciosa. Olha só, basta pegar o melhor do jazz e colocar uma batida de bossa.  O primeiro cd, Jazz + Bossa, encantou lá fora. Sucesso no Japão, Itália, Portugal. Agora ouço o novo cd, My baby just cares for me, com releituras, muito suingue e arranjos na medida exata. A execução de cada faixa é algo próximo do irretocável.   

 

Para saber mais:

http://www.delicatessenjazz.com